Pular para o conteúdo
Voltar

Presença do Estado na fronteira mantém segurança e enfraquece organizações criminosas

Por Elisete Mengatti/Cáceres-MT

Mudanças no comando de unidades da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso fortalecem estratégias do Governo do Estado para reforçar a atuação na divisa entre Brasil e Bolívia./ São mais de 900 quilômetros de fronteira, seca e fluvial, principal corredor de entrada de drogas e passagem de veículos roubados.//

Nesta semana, o coronel José Nildo, deixou a coordenação do Gefron - Grupo Especial de Fronteira e assumiu sexto Comando Regional da Polícia Militar, com sede na cidade de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, e que abrange 12 municípios da Região Oeste Mato-grossense.//

O comando do Gefron está agora sob a responsabilidade de tenente-coronel Fabio Ricas./ Já o também tenente-coronel Antônio Lara Filho, deixou o sexto Comando de Cáceres para assumir a unidade da Força Tática, importante grupo de repressão das Forças de Segurança do Estado.//

Essa movimentação no comando nas unidades, somada aos investimentos, treinamentos e ações desenvolvidas em conjunto com outras esferas da área da segurança, como Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Exercito Brasileiro e Ministério da Justiça, apresentam resultados que,  transformados em números, impressionam./ De janeiro a setembro de 2019, o Gefron apreendeu cinco toneladas de entorpecentes, impondo prejuízo de mais de 65 milhões de reais aos narcotraficantes.//

Também foram recuperados ou apreendidos  176 veículos;  222 pessoas detidas, 17 armas e 928 munições apreendidas, 128 mil dólares retirados das mãos de traficantes./ Somado de 2014 até o mês passado, os criminosos tiveram prejuízo de quase 10 milhões de reais com a apreensão de moeda em dólares.//

Os dados do Gefron também incluem os resultados da Operação Vigia, coordenada pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública./ De acordo com o coronel José Nildo a operação Vigia surtiu efeitos positivos e  pode ser prorrogada no Estado.//

Sonora: Jose Nildo

O novo comandante de Gefron, tenente-coronel Fábio Ricas, enfatizou que assumiu a missão com o desafio de reforçar ainda mais as ações de enfrentamento às organizações criminosas.//

Sonora: Fábio Ricas

Quem também está atuando com rigor na região é o Batalhão de Polícia Ambiental de Mato Grosso./ De acordo com o comandante da unidade, tenente-coronel Rodrigo Eduardo Costa, apesar de extensa, a região está bem policiada.//

Sonora: Rodrigo Eduardo Costa

E para manter o combate aos crimes de fronteira o governo do Estado não pretende baixar a guarda./ O secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria de Segurança Pública, coronel PM Victor Fortes, revelou que os bons resultados se devem a presença ostensiva do Estado na região.//

Sonora: Victor Fortes

O comandante do 7º CR – Comando Regional, com sede em Tangará da Serra, distante da capital a 250 km, também foi substituído./ O coronel Heverton Mourett de Oliveira deixou o cargo e passou a função ao tenente-coronel Wendel Soares Sodré.//