Pular para o conteúdo
Voltar

Alunos da Escolinha da Rotam ganham novos uniformes

Laura Gonçalves | PMMT

A solenidade de entrega aconteceu na sede do Grêmio no bairro Parque Georgia - Foto por: Sd Rodrigues
A solenidade de entrega aconteceu na sede do Grêmio no bairro Parque Georgia
A | A

Alunos da Escolinha de Futebol do Grêmio Rotam ganharam no final da tarde desta terça-feira (12.11), 60 novos uniformes. A solenidade aconteceu na sede do projeto, no bairro Parque Georgia. Os kits compõem  camiseta, calções e meias e beneficiou as crianças e adolescentes matriculados no projeto. A doação foi oportunizada via parceria entre o Grêmio e o Sistema de Crédito Cooperativo - Sicredi. Na ocasião, foram entregues 20 bolas de futebol.

O comandante da Rotam, tenente-coronel Paulo César da Silva destacou que o uniforme oportuniza aos alunos uma melhor qualidade no desempenho da prática esportiva. Ele ainda destacou o trabalho de prevenção primária que ajudar a prevenir crimes.

“Além de estarem envolvidos no esporte, ainda melhoraram no comportamento em casa. Dois deles estão indo para grandes times como a equipe Red Bull Brasil, em São Paulo e o time Benfica, de Lisboa, em Portugal”.

A gerente do Sicredi na capital, Patrícia Capitanio destacou que a instituição acredita na credibilidade da Polícia Militar, por isso, não mediu esforços para colaborar. “Apoiamos e reconhecemos o projeto. É uma honra para todo cooperado ser um patrocinador da iniciativa”, frisou ela.

Exemplos

O aluno Gabriel Solon, 12 anos, participa do projeto há um ano, assinou contrato profissional com a equipe Red Bull Brasil em São Paulo a partir de janeiro de 2020.

Um dos professores do projeto, o sargento Renildo Costa, popular Barata, foi jogador profissional, no Flamengo, e atuou em times no Japão e Venezuela. Ele reforçou o trabalho social e disse sentir orgulho em fazer parte do projeto. “Auxiliamos os alunos na formação cidadã, por meio, do futebol e conscientiza-los do compromisso de manterem dignos e bons cidadãos”.

A voluntária Fabiana Alves Jesus Melo, 34, tem dois filhos participando  projeto, Diogo e Diego Melo, 10 e 13 anos respectivamente, estão há um ano inseridos na Escolinha. De acordo com Fabiana, a mudança de comportamento dos filhos foi um dos principais resultados, além de ambos dizerem que querem ser policiais militares.

O Grêmio completou um ano de atividade celebrado no dia 6 de novembro deste ano. Atualmente o projeto atende 60 crianças e adolescentes na faixa etária de 7 a 15 anos de idade. Os treinos são realizados nas terças e quinta-feiras, das 15h até 18h.