Pular para o conteúdo
Voltar

Operação resulta na prisão de sete pessoas por embriaguez ao volante

Ainda durante a operação Lei Seca, foram removidos 22 veículos, sendo 16 carros e seis motos
Nara Assis | Sesp-MT

Esta foi a 3ª edição da Operação Lei Seca de 2020 - Foto por: GGI-E Sesp-MT
Esta foi a 3ª edição da Operação Lei Seca de 2020
A | A

A 3ª edição da Operação Lei Seca de 2020 resultou na prisão de nove pessoas, sendo sete por embriaguez ao volante (Art.306 do Código de Trânsito Brasileiro) e duas por entregar o veículo a pessoa que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), conforme Art. 310 do CTB. A blitz foi realizada na noite de sexta-feira (15.12), na BR-364, KM 402, em Cuiabá.

Foram lavrados 42 Autos de Infração de Trânsito (AITs), sendo 14 pela condução de veículo sob efeito de álcool (Art.165); um por recusa a fazer o teste do etilômetro (Art.165-A); sete por condução de veículo sem possuir CNH (Art. 162); dois por condução de veículo com a CNH vencida há mais de 30 dias (Art. 162-V); 02 por entregar veículo a pessoa que não possui habilitação (Art. 163); e 09 por dirigir veículo registrado sem estar licenciado (Art. 230-V); e 07 por motivos diversos.

Ainda durante a operação Lei Seca, foram removidos 22 veículos, sendo 16 carros e seis motos, com o total de 271 testes de alcoolemia efetuados.

Sob coordenação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a ação é realizada em conjunto com diversos órgãos de segurança. Esta edição contou com a participação das Polícias Militar e Civil (PM-MT e PJC-MT), por meio do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAN) e da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Sistema Penitenciário (Sispen), por meio do Serviço de Operações Especiais (SOE); Polícia Rodoviária Federal (PRF); e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).