Pular para o conteúdo
Voltar

Operação ‘GAp Tá na Área’ leva reforço de 100 policiais às ruas de Cuiabá e Várzea Grande

Alecy Alves | PMMT

Cerca de 100 policiais de GAp's dos 15 comandos regionais estão nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande - Foto por: : PMMT
Cerca de 100 policiais de GAp's dos 15 comandos regionais estão nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande
A | A

A Operação ‘GAp Tá na Área’, lançada na tarde desta sexta-feira(14), leva um reforço de cerca de 100 policiais às ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Essa é uma ação prática do 1º Seminário Estadual de Grupo de Apoio.

O seminário ocorreu nos últimos dois dias e trouxe para Cuiabá policiais de GAp’s dos 15 comandos regionais da PMMT para atividades teóricas e operacionais  que tiveram como base análises criminais, produtividade e regulamentação da modalidade de policiamento.  

Os policiais se concentraram na Praça Alencastro, onde ocorreu o lançamento, e seguiram em viaturas, carros e motocicletas, para locais previamente definidos com base em dados estatísticos. As áreas centrais de Cuiabá e Várzea Grande estão entre os pontos prioritários dessa operação.

O tenente-coronel Januário Antônio Edwiges Batista, comandante do 4º Batalhão de Cuiabá e coordenador do seminário, destacou que na operação os policiais estão colocando em prática os conhecimentos massificados no encontro. Dessa maneira, diz, vão verificar quais às adequações necessárias para otimizar recursos e maximizar resultados.

“Estamos fazendo o nivelamento e padronização da doutrina policial de uma ferramenta e método de trabalho que a Polícia Militar utiliza para alavancar os resultados”, frisou Januário.

De acordo com o coordenador o seminário e comandante da operação ‘GAp Tá na Área’, a produtividade é o grande foco, o que significa fazendo a prevenção, retirando criminosos das ruas e aumentando a sensação de segurança da população.

PRISÕES

Nos primeiros minutos da operação foram presos em flagrante delitos dois homens por tráfico de droga. As prisões ocorreu em Várzea Grande, no bairro Alameda, onde os policiais fecharam uma "boca de fumo" e apreenderam quase 50 porções de droga, dinheiro e material usado para embalar entorpecente.