Pular para o conteúdo
Voltar

Sesp divulga relatório sobre o feminicídio em MT e destaca importância da denúncia

Por Igor Gabriel / Débora Siqueira

Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da Superintendência de Observatório, analisou 62 casos de feminicídios ocorridos em Mato Grosso no ano de 2020./ O relatório apontou que em 74% dos casos de assassinato ocorreu dentro da própria residência, enquanto 16% foram em via pública.//

Outro dado que chama a atenção é que 79% das vítimas não possuíam registros anteriores de violência doméstica, ou seja, nunca tinham feito boletim de ocorrência contra o agressor e apenas 13% tinham registros de ameaça, porte de arma ou vias de fato.//

Das 62 vítimas de feminicídio, 10 tinham medida protetiva, enquanto que 52 não tinham proteção, seja porque não fizeram boletim de ocorrência ou porque não foram amparadas pelo direito da Justiça.//

As vítimas, em sua maioria, tinham idade de 25 a 45 anos, sendo que 42 casos teve motivação de crime passional, seguido por sexual e outros./ A maioria dos assassinatos ocorreram no interior mato-grossense e 5 foram em Cuiabá.//

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, destacou que apesar do crescimento do registro de casos de violência doméstica, é necessário que as mulheres procurem a delegacia no primeiro sinal de ameaça.//