Pular para o conteúdo
Voltar

Complexo Penitenciário Ahmenon proporciona qualificação em cultivo de hortaliças para recuperandos

O curso tem duração de 160 horas/aula e ocorre de segunda a sexta-feira
Juliano Patrick | Sesp-MT

- Foto por: Sistema Penitenciário
A | A

Trinta reeducandos do Complexo Penitenciário Ahmenon, em Várzea Grande, estão sendo qualificados em quatro módulos de plantio e cultivo de hortaliças. A qualificação teve início nesta segunda-feira (13.09) e é realizada em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Várzea Grande. 

Durante a capacitação, os recuperandos aprenderão quatro módulos: olericultura básica, olericultura orgânica, produção de hortaliças folhosas e o cultivo de plantas medicinais. A capacitação tem duração de 160 horas/aula.

A qualificação ocorre de segunda a sexta, nos períodos matutino e vespertino, dentro da unidade. Tudo o que for produzido será distribuído em organizações filantrópicas e consumo interno. A horta não tem fins lucrativos.

Para o diretor da unidade, Alex Rondon, esta é uma grande oportunidade para as pessoas privadas de liberdade aprenderem um novo ofício, sendo possível, futuramente, fora da prisão ter uma chance de recomeçar. 

“Entendo que essa capacitação irá agregar muito na vida deles, bem como após o cárcere. É um curso fundamental e que serve para a vida inteira, uma qualificação a mais. Com essa oportunidade eles poderão sair da cadeia e trabalhar com isso”, pontuou o diretor. 

A unidade penal hoje possui uma horta em funcionamento e a expectativa é que o projeto possa ser expandido. Ao final do curso, os recuperandos receberão um certificado emitido pelo Senar.

(Com supervisão de Nara Assis)