Pular para o conteúdo
Voltar

Ciopaer gera economia de R$ 3,9 milhões aos cofres públicos em 2021

Os integrantes da corporação ajudaram a salvar 98 vidas em Mato Grosso, de pessoas que foram resgatadas em acidentes de trânsito e de trabalho, afogamento ou perdidas em região de mata
Willian Silva | Sesp-MT

Entrega de vacinas no interior do estado - Foto por: Christiano Antonucci - Secom-MT
Entrega de vacinas no interior do estado
A | A

O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) foi acionado 1.261 vezes para atendimento de ocorrências policiais em 2021, a maioria na saúde e no meio ambiente. Ao todo, foram mais de 2.868 horas de voo, que geraram uma economia de R$3.994.690,00, dos quais 30% dos atendimentos foram acionados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Conforme o balanço do ano passado, de todas as vezes que as aeronaves do Ciopaer levantaram voo, 492 acionamentos foram para dar suporte às forças de segurança pública durante operações policiais em diferentes municípios do Estado. A unidade também prestou auxílio na apreensão de cerca de 1,6 toneladas de drogas, tanto na região metropolitana quanto na fronteira com a Bolívia.

Os integrantes da corporação também ajudaram a salvar 98 vidas em Mato Grosso. Essas pessoas foram resgatadas em diferentes condições, como acidentes de trânsito, de trabalho, afogamento e pessoas perdidas em região de mata. Já na região metropolitana, a unidade apoiou as forças de segurança na recuperação de 70 veículos roubados e na prisão de 58 suspeitos.

Uma das ocorrências que ganhou destaque foi o resgate de uma mulher que se jogou da ponte Mário Andreazza, que liga Cuiabá e Várzea Grande, em maio de 2021. Durante o salvamento, o piloto planou a aeronave a 8 metros da água e um dos policiais pulou na água, amarrou a vítima em um cinto de segurança e nadou até a margem do rio, levando a mulher ainda em vida.

Ainda de acordo com o levantamento, em 37 ocorrências, a unidade deu apoio em operações de combate ao desmatamento e no combate às queimadas, tanto na região metropolitana quanto no interior. Em um dos atendimentos, a aeronave recolheu água na piscina de um condomínio de luxo para auxiliar o Corpo de Bombeiros Militar no combate às chamas no entorno da MT-010. 

O Ciopaer teve atuação relevante na entrega de 4.298.000 doses da vacina contra a Covid-19 aos municípios mais distantes dos grandes centros e o transporte de 37 pacientes que precisaram de atendimento imediato, por se tratar de questões como transplante de órgão e infecção pelo coronavírus. Também estão entre os serviços prestados, o transporte de cilindros de oxigênio da Capital para o interior.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) é uma das entidades públicas beneficiadas com a economia proporcionada pelos serviços prestados pelo Ciopaer. Segundo o coordenador da unidade, tenente-coronel PM Ernesto Xavier de Lima Junior, 30% dos acionamentos foram para atender o setor de saúde pública, como transporte de pacientes, vacinas e cilindros de oxigênio.

Além de prestar atendimento à Secretaria de Estado de Segurança (Sesp-MT), o Ciopaer também presta serviços para outras seis instituições públicas, entre elas, a Secretaria de Estado de Saúde, Meio Ambiente, Agricultura Familiar, além da Assembleia Legislativa, Ministério Público e a Casa Civil.

O comandante da unidade pontuou os benefícios proporcionados aos cofres públicos com os atendimentos do Centro Integrado em Mato Grosso, que no ano passado chegou a quase R$ 4 milhões. “Esse valor seria gasto por essas instituições, caso eles contratassem o serviço de uma empresa privada. Com o Ciopaer, é pago apenas o preço de custo de operação”, destacou o coordenador do Ciopaer.

Em 2021, o Ciopaer completou 19 anos de atuação em Mato Grosso e quer desmistificar a ideia de que o Centro Integrado é apenas uma unidade para transporte de servidores oficiais. Pelo contrário, a instituição também tem a tarefa de atuar no combate à criminalidade, salvamento de vidas e defesa do meio ambiente, conforme o balanço dos serviços prestados no ano passado.