Pular para o conteúdo
Voltar

Núcleo de Inquéritos Policiais é inaugurado em Cuiabá

A partir de hoje, os novos inquéritos policiais e seus incidentes já serão distribuídos para o Nipo
Juliano Patrick | Sesp-MT

Alair Ribeiro
A | A

O secretário de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso, Alexandre Bustamante, participou na tarde desta segunda-feira (28.03), da instalação do Núcleo de Inquéritos Policiais (Nipo) da Comarca de Cuiabá, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). 

Com a unidade, o inquérito judicial e a ação penal passarão a tramitar de forma eletrônica em todo o Estado garantindo a celeridade nas investigações. Todos os inquéritos policiais de Cuiabá irão passar pelo núcleo, que vai assegurar andamento processual mais ágil. O Nipo é uma parceria entre a Presidência do Tribunal de Justiça e a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado, onde a unidade será vinculada.

"Mato Grosso só tem a ganhar com mais essa nova parceria da Segurança Pública com o Tribunal de Justiça. Nos últimos anos, evoluímos com as medidas protetivas, o botão do pânico, o inquérito digital e agora o Nipo, um anseio da área de segurança. São medidas que tornam o estado cada vez melhor", disse Bustamante.

O delegado-geral adjunto da Polícia Civil de Mato Grosso, Gianmarco Paccola Capoani também destacou a importância da instalação do Núcleo para dar ainda mais celeridade nos processos criminais. 

"Ficamos extremamente felizes como instituição que demanda em caráter primordial as representações cautelares e que agora estamos diante de um aprimoramento do TJ que vem com aproximação à nossa instituição. Com isso, será possível uma maior celeridade desses processos". 

O Nipo vai administrar o inquérito até a fase da pronúncia e terá competência para receber todas as medidas cautelares, quebra de sigilo telefônico, quebra de sigilo bancário, buscas e apreensões, entre outras medidas, além de fiscalizar o tempo médio na apuração das provas.

Na solenidade a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, destacou que “é uma satisfação muito grande inaugurar um projeto que vem de várias gestões passadas, feito com o trabalho de muitas mãos. Temos absoluta convicção de que o Nipo veio para colaborar e vai mostrar que realmente aquilo que se faz em conjunto, de mãos dadas, imbuídos em um só propósito, tem muito mais chance de colher frutos proveitosos para toda a sociedade”.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador José Zuquim Nogueira, frisou que “a inauguração do Núcleo é mais uma inovação que busca contribuir para a melhoria do negócio do Poder Judiciário. Uma inovação que atua na reformulação de estruturas e processos de trabalho, com o objetivo de potencializar nossa capacidade produtiva”.

Estiveram presentes também na solenidade de inauguração magistrados do Poder Judiciário, da Corregedoria-Geral da Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

*Com informações do Tribunal de Justiça