Pular para o conteúdo
Voltar

Sesp-MT lança operação integrada para redução de homicídios em Sorriso e região

Ação já prendeu quatro pessoas, apreendeu armas e drogas e fechou quatro estabelecimentos comerciais que funcionavam de maneira ilegal
Julia Oviedo | Sesp-MT

Saiop/Sesp
A | A

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) lançou, na noite desta sexta-feira (18.11), a Operação Integrada Vitae, no município de Sorriso (397 km de Cuiabá). O principal objetivo da ação, que também terá atuação nos municípios de Nova Ubiratã e Ipiranga do Norte, é a redução dos crimes de homicídio doloso na região.

De acordo com o levantamento da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, vinculado à Sesp-MT, de janeiro a outubro deste ano foram registrados 49 homicídios dolosos somente em Sorriso. Grande parte destes crimes está relacionada à atuação de organizações criminosas na região.

Apesar do lançamento, a operação já está ocorrendo desde a última quinta-feira (17.11) e seguirá até a próxima terça-feira (22.11). Já nos dois primeiros dias, foram presas quatro pessoas, apreendidas duas armas e pequenas quantidades de entorpecentes, entre eles maconha e cocaína, além de uma balança de precisão.

Também estão sendo fiscalizados os estabelecimentos comerciais da região, com foco na documentação para funcionamento, já que muitos funcionam ilegalmente e acabam sendo pontos de comercialização de entorpecentes. Desde o início da operação, quatro locais já foram identificados e posteriormente fechados pelas forças de segurança.

“A atuação da Polícia Militar, para coibir a prática de homicídios e de outros crimes relacionados, se dará por meio de abordagens, checagem de documentos e antecedentes criminais, com o objetivo de mostrar à população a presença do Estado nas ruas”, disse o comandante do 12 Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Jorge Almeida.

Parte desta atuação nas ruas de Sorriso e região se dá pelo trabalho de investigação da Polícia Civil, como explicou o delegado titular da Delegacia de Sorriso, Eugênio Rudy Junior.

“Neste período, estamos reforçando nosso plantão para receber estas ocorrências trazidas pela Polícia Militar e nossa atuação também compreende as diligências relacionadas ao levantamento de possíveis pontos de vendas de entorpecentes e busca de foragidos por crimes de tráfico de drogas e homicídios, que estão correlacionados”, pontuou o delegado.

Além das polícias Militar e Civil, a operação também conta com as forças integradas do Corpo de Bombeiros Militar e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).