04/12/2018 - 16:08

SEGURANÇA PÚBLICA
Enfrentamento ao crime organizado é tema de palestra em Cáceres
Hérica Teixeira | Sesp-MT

As causas da violência e as ações de enfrentamento à criminalidade foram debatidas, nesta segunda-feira (03.12), pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, e acadêmicos do curso de Direito da Faculdade do Pantanal (Fapan), no município de Cáceres (234 km a Oeste de Cuiabá). Dentre os temas abordados, estavam o combate a organizações criminosas, ações repressivas e ostensivas e o trabalho preventivo, também desenvolvido no âmbito da segurança pública.

O encontro foi realizado no auditório da faculdade e contou também com representantes das forças policiais estaduais, federais e Executivo Municipal. Garcia apresentou os dados da criminalidade, que nos últimos anos tem reduzido, principalmente os crimes contra a vida, a exemplo do homicídio. Apontou também os avanços, e neste quesito, citou a atuação integrada das forças de segurança: Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Ressaltou ainda os desafios, como a atividade preventiva que, segundo o gestor, é o caminho para atrair crianças, adolescentes e jovens a praticar o bem. O secretário citou alguns projetos sociais, de esporte e lazer, que são desenvolvidos pelas unidades de segurança, com crianças e adolescentes, a exemplo da Rede Cidadã, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), Bombeiros do Futuro, Judô Bope, Jiu Jitsu Rotam, De Cara Limpa Contra as Drogas, Luz do Amanhã, e o mais recente, Bairro Integrado.

“Entendo que a atuação preventiva é extremamente importante. Não adianta reprimir a criminalidade e não dedicar atenção às crianças e adolescentes, principalmente aquelas em vulnerabilidade social. Acredito muito neste trabalho”, destacou.

Desafios

O secretário reforçou que o desafio dos governantes para a área de segurança pública tem sido reprimir as organizações criminosas, que atuam em todo o país. Para ele, fortalecer as unidades e integrar o compartilhamento de dados dos Estados são iniciativas que garantirão uma atuação mais efetiva.

Nesta semana, a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT) passou a integrar o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), do Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Com a adesão, os Boletins de Ocorrências registrados em todo o Estado serão compartilhados eletronicamente com o órgão nacional. A medida serve para medir os índices criminais e garantir recursos federais para o estado.

“A Sesp se adequou ao compartilhamento de dados para integrar o Sistema Único de Segurança Pública, cuja medida visa possibilitar que um órgão central acesse em tempo real os índices criminais, visando facilitar as ações operacionais entre os estados e criando frentes para o trabalho preventivo. A medida de unificação de informação vai possibilitar a repressão a criminalidade violenta e as organizações criminosas”, ressaltou.

A Sesp também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!